As jaquetas bombers voltam com força e como ótimas opções para este inverno

As jaquetas bombers voltam com força e como ótimas opções para este inverno

Autor: marcasbr Categoria: Publicado em: 15/05/2017 Visualizações: 195 Comentários: 0

As jaquetas bombers têm as suas origens nas flying jackets, desenvolvidas para o exército norte-americano em 1917, quando as cabines dos aviões ainda eram abertas e os pilotos precisavam de um agasalho que não prendesse os seus movimentos e que não atrapalhasse a posição sentada. 

A customização era outra característica comum: os pilotos adornavam os seus casacos com uma espécie de prêmios informais de conquistas ou mensagens pessoais – o tipo de aeronave que dirigiam; o número de missões completadas com êxito e até mapas, caso sofressem algum acidente em território desconhecido. Com a evolução das aeronaves e das tecnologias em tecido, os casacos de voo foram sofrendo alterações e passaram a ser chamados de bomber, tornando-se mais leves e por isso mais aptos ao uso diário, mantendo as mesmas características: corte pela cintura e abertura frontal, normalmente fechados com elásticos na cintura e nos punhos para não deixar o frio entrar.

O filme “Top Gun – Ases Indomáveis”, de 1986, com Tom Cruise, trouxe definitivamente a jaqueta bomber para a vida “civil”. O modelo G-1, usado pelo ator no longa, imortalizou um tipo de casaco, que rapidamente foi adotado pela juventude da época e por universidades que os adaptaram aos varsity jackets, tipicamente usados pelos alunos com o símbolo de cada escola. Em 2011, Ryan Gosling atestou a volta da jaqueta bomber com o modelo que usou no filme “Drive”.

Na verdade, as jaquetas bombers nunca deixaram de ser usadas. Considerá-las algo inédito é ignorar toda a história que carregam. A grande novidade é que agora elas estão liberadas para uso em qualquer tipo de look, do mais clássico ao mais esportivo. Das passarelas aos looks de street style e às propostas nas araras, a bomber vem em todos os formatos: em couro, com bordados localizados, com estampa total, no modelo universitário ou nos modelos mais clássicos que remetem à força aérea. Como dica de styling, tome nota: não tenha medo de vasculhar os modelos masculinos, pois este é um modelo que pode ser usado mais larguinho; misture com peças mais clássicas e elegantes como saias lápis ou salto alto para um look urbano e chique; aposte em modelos com bordados e estampa ou com mistura de cores para se diferenciar – não tenha medo de que o casaco se torne a peça central.

Fonte: Fashion FFW/UOL.

  

RG DA MODA :: Sua identidade plus size